WhatsApp Image 2018-07-30 at 15.33.07 (1

MEU AMOR POR MAGDALENA

A missão

Há vinte e um anos eu tive uma visão durante uma missa gnóstica onde me apareceram um cálice de ouro e duas rosas vermelhas, na época perguntei ao sacerdote o que significava e ele me disse que era um aviso de que um grande amor estava por chegar, e aos vinte anos de idade era o que esperava, um “sapo encantado”. Na época não sabia que estes eram símbolos de Maria Magdalena, mas o sacerdote estava completamente certo, pois acabava de receber o primeiro convite para conhecer o maior amor que poderia sentir, o amor por Ela. E desde então, Ela me ensina a caminhar sobre as águas de minha corrente sanguínea e me conta histórias de um lugar onde masculino e feminino são os olhos e o olhar, a laringe e a fala, o toque e o arrepio do Mistério que nos criou. 

Com Ela bebi da fonte de duas faces, suas águas cristalinas jorram por dois caminhos, um vermelho e um branco, o humano e o divino. Como poderia Ela não ser todos os personagens que a memória do mundo lhe atribui? É a amiga, a esposa, a irmã, a discípula, a mãe, a rainha e a serva, pois em Si é a semente onde todos esses personagens são gerados, é a amizade, o encontro, a fraternidade, a maternidade, o aprendizado, a honra e a humildade em cada um de nós. Não a procuremos no céu estrelado, nem na gruta escondida, Ela está no encontro de cílios e no abrir de ouvidos, Ela está ali onde inspiração se torna expiração e os caminhos vermelho e branco se encontram.

Minha missão é levar Sua mensagem por onde eu passar.

Falar de Madalena é falar de Amor, e ouvir Magdalena é ouvir a Vida.

Fernanda Zannin

CURSO MARIA MAGDALENA: DEUS E MULHER

Falar de Maria Magdalena é falar de Amor.

 

Magdalena  é  Mistério.  Quanto  mais  a  conhecemos mais perguntas surgem.

 

É na pronúncia de seu nome que  ouvimos respostas que vão além da tradução literária. Sentimos seu sacerdócio através de um sussurro em nossos ouvidos, e de seu toque que arrepia as nossas  peles. Peregrinando em direção à Ela, um dia, acabamos  tropeçando e caindo em nossos próprios corações.

 

Magdalena transita por quatro dimensões:

 

CORPO: Viveu integralmente a sua humanidade, se tornou  terra;

 

EMOÇÃO: Viveu a iniciação da lágrima, se tornou água;  

 

MENTE: Foi uma grande estudiosa; se tornou ar;

 

ESPÍRITO: É a mulher que conhece o Todo. Quando viu o  Mestre ressuscitado, venceu a morte por amor, se tornou fogo.

Para contemplar este “Ser Inteiro” que é  Maria Magdalena, proponho que a  estudemos em três aspectos: histórico,  mítico e místico.

 

Assim o faço porque percebi que, especialmente, neste  momento de crescente interesse por sua imagem, Magdalena  passou a ser vista, quase que exclusivamente, através do viés  mítico, que a meu ver é, realmente, de extrema importância.  Pois, o mítico é a ponte que une os outros dois aspectos.

 

Porém, sem o conhecimento da narrativa histórica, se criam  brechas para interpretações fantasiosas. Corremos o risco de  utilizar a imagem de Magdalena para justificar as nossas  próprias carências. Ao passo que, quando reverenciamos o  seu DNA, conhecendo os fragmentos que contam sobre sua  vida terrena, reverenciaremos também a necessidade humana que levou à criação de seus mitos. 

 

Construiremos  assim,  um caminho seguro para nos entregarmos à experiência direta, onde podemos, então, tocar o Místico. 

 

Portanto, os convido a embarcar comigo nesta viagem rumo  ao interior de nós de mesmos, tendo como guia, a mais bela entre as belas: a grande rainha, Maria de Magdala.

Temas abordados:

A cultura judaica na época de Maria Magdalena

O Cristianismo

A Gnose

Os Evangelhos Canônicos

Os Evangelhos Apócrifos

 Magdalena e Jesus

Mitos medievais (Os templários, os cátaros, a dinastia merovíngia)

Magdalena e o destino da alma humana, a Sophia autorealizada.

O papel de Magdalena na Idade Média

O papel de Magdalena na atualidade

PRÓXIMA TURMA EM OUTUBRO, EM BREVE MAIS INFORMAÇÕES.

Viagem Iniciática Caminhos de Maria de Magdala 

Mensagens da Viagem Iniciática 2019

Ao longo da Peregrinação aprendemos a olhar o mundo através dos ensinamentos de Maria de Magdala, o resultado dessa profunda vivência foi a criação de uma série de mensagens narradas por Ela e traduzidas pelo coração de cada uma das peregrinas e manifestadas através de minhas palavras e dos vídeos de Daniela Balestrin em 2019 e das fotos de Patrícia Marcondes em 2018.
Cada imagem, uma história para contar.
Fernanda Zannin

 

MENSAGENS DA
VIAGEM INICIÁTICA 2018