Our Recent Posts

Tags

Nenhum tag.

A Lua da Consciência



Como prometi que faria alguns dias antes da Lua de Wesak, seguem algumas informações sobre esse momento onde bênçãos cósmicas são derramadas sobre nosso planeta. Conta-se que no Himalaia tibetano existe um vale em forma de uma garrafa, ou útero, onde Grandes Seres que são os protetores do Plano Divino se reúnem, alguns em corpos físicos e outros em corpos espirituais. O vale fica tomado também por peregrinos, lamas e sadhus que se dirigem até ele para congregarem-se com as elevadas vibrações que ali são propagadas. Sábios Mestres formam círculos em torno de um altar que contém apenas um vaso de cristal com água pura, a multidão entra em silêncio reverente, e as figuras de Cristo e Buda surgem quando a hora do plenilúnio se aproxima. Os dois Grandes Seres distribuem suas bênçãos à toda Terra. Há uma Lei Hermética que diz: O que está em cima é como o que está em baixo, e o que está em baixo é como o que em cima”. Já ouvimos isso de outra forma quando fomos informados que o Criador nos fez a sua imagem e semelhança. Essa informação é de extrema importância, pois nos permite perceber que se conhecermos a nós mesmos conheceremos todo o Universo, e se conhecermos as Leis universais conheceremos a nós mesmos, pois afinal somos o mesmo organismo manifesto em diferentes formas. Sabemos que quando conseguimos trazer questões inconscientes ao consciente acontece em nós um alinhamento entre pensamento, ação e palavra, e assim também é lá em cima, no Céu. Todos os meses a Terra se alinha com sol e lua, é a fase da lua cheia, quando o sol a ilumina completamente, é o período em que se abre uma oportunidade para entrarmos em contato com o que está oculto. Podemos observar como todos os reinos da natureza se exaltam, as marés sobem, os animais se tornam mais violentos e sexualmente ativos, e o humano, que é o único reino agraciado com o livre arbítrio, tem a oportunidade de escolher se dará vazão aos seus instintos ou a sua criatividade. É por isso que tantos grupos ligados a espiritualidade se reúnem nos dias de lua cheia, porque conhecem a oportunidade que o momento oferece. Agora imagine que se além de conseguirmos um alinhamento entre pensamento, ação e palavra pudéssemos colocar os propósitos de nosso coração como condutor deste movimento. Nos sentiríamos completos, plenos, e muitas vezes na vida, por alguns segundos podemos sentir que isso é possível, são aqueles momentos que chamamos de êxtase. Então! no céu acontece a mesma coisa, e nós podemos calcular quando este êxtase vai acontecer, isso se passa todos os anos quando Terra, Sol e Lua se alinham com a Constelação das Plêiades, onde se encontra a estrela Alcione, o Sol Central ao redor do qual além do nosso sistema solar outros seis sistemas orbitam. Este alinhamento acontece na lua cheia do mês de maio, evento conhecido como Festival de Wesak, portanto é o plenilúnio mais importante do ano. A Terra ouve o chamado do coração, Alcione, e todos nós que somos células deste corpo terrestre somos convidados a participar desta ocasião onde uma corrente abundante de vida nos é oferecida, onde os nossos dons e talentos podem servir ao maior número de pessoas. Neste ano de 2018 o Festival de Wesak cairá no dia 29 de maio, e o convite é para que nos juntemos a milhões de almas que estarão buscando sincronia com o movimento cósmico. Como em toda ocasião especial é preciso de uma preparação, manter o corpo purificado, a mente atenta e o coração leve, portanto, na semana da lua cheia de maio sugiro que mantenhamos uma alimentação equilibrada, e que busquemos viver aquelas situações que nos fazem entrar em contato com o Divino, orar, estar na natureza, ouvir música boa, nos reunirmos com amigos queridos, dançar, e especialmente, nos colocarmos disponíveis e gratos a nossa alma que possui um corpo para levá-la ao seus mais íntimos sonhos de união entre humano e divino.

©2020 by Fernanda Zannin.